sábado, 18 de maio de 2019

Qual é o tratamento para meningite?


A meningite é tratada com medicamentos, hidratação e repouso.
***
Se houver suspeita ou confirmação de meningite bacteriana, o médico poderá realizar a administração intravenosa de antibióticos por até uma semana. O tratamento pode continuar em casa, com a administração de antibióticos de uma a três semanas. Bebidas para hidratação podem ser administradas para substituir os fluidos que estão sendo perdidos por febre, sudorese, vômito e falta de apetite. Algumas medidas especiais podem ser utilizadas: se um paciente apresentar queda de pressão arterial pode ser necessário a administração de líquidos e remédios para aumentar a pressão sanguínea, enquanto se uma criança apresentar dificuldade para respirar pode ser necessário o uso de oxigênio extra e ventilação mecânica. Apesar de grave, a maioria dos pacientes com meningite bacteriana sobrevivem, porém, alguns podem sofrer sequelas, como a perda auditiva e problemas neuropsicológicos (podendo ocasionar problemas de aprendizagem em crianças). A meningite viral normalmente resolve-se sozinha entre sete e dez dias, porém, para alguns casos (como herpes e catapora), remédios como o Aciclovir podem ser receitados. O tratamento para meningite viral normalmente pode ser feito em casa por meio de analgésicos (para amenizar a dor), repouso e hidratação (tomar bastante água). O prognóstico da meningite viral é bom, possuindo uma baixa taxa de mortalidade. Porém, em alguns casos, pode causar um comprometimento cognitivo residual leve ou moderado, ou seja, pode gerar alguns problemas para o aprendizado, memória e atenção. A meningite causada por medicamentos é tratada retirando-se o medicamento que a causou e administrando-se anti-histamínicos. Normalmente, após a retirada do medicamento que causou a meningite, ela é curada em menos de uma semana. Já a meningite induzida pelo câncer possui diferentes tratamentos, que serão determinados de acordo com o tipo de câncer e o estágio da doença. Quando a causa da meningite não pode ser definida, busca-se tratar os sintomas, por meio de analgésicos e reposição de fluidos.

Referências: 
DynaMed [Internet]. Aseptic meningitis. Informação atualizada em 26 de setembro de 2017. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/ Acesso em: 17 dez. 2018

DynaMed [Internet]. Bacterial meningitis in adults. Informação atualizada em 10 de maio de 2018. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/ Acesso em: 17 dez. 2018

DynaMed [Internet]. Bacterial meningitis in infants and children. Informação atualizada em:
22 de agosto de 2018. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/ Acesso em: 17 dez. 2018

Autor do resumo: 
Gustavo José Miranda da Cunha

Revisores do resumo: 
Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Gabriella Neves Cury

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!