terça-feira, 5 de março de 2019

Qual é o tratamento para a incontinência urinária?


A incontinência urinária pode ser tratada por mudanças de hábito de vida, medicamentos ou cirurgia. Há casos em que a incontinência urinária ainda não tem cura.
***
O tratamento da incontinência urinária pode ser por mudanças de hábito de vida, medicamentos e cirurgia. Há casos em que a incontinência urinária não tem cura, assim, o médico pode passar um tratamento que pelo menos melhore a incontinência. O tratamento da incontinência urinária depende do tipo de incontinência e da causa. Por exemplo, em mulheres com sobrepeso ou obesidade, recomenda-se mudanças na alimentação e prática de exercícios físicos leves, pois a perda de peso diminui a incontinência. É importante que toda mudança de hábito de vida seja acompanhada por profissionais qualificados, como o nutricionista e o educador físico.  Os médicos podem indicar a quantidade de líquidos que uma pessoa com incontinência urinária pode beber diariamente. Além disso, é recomendado que uma pessoa com incontinência urinária beba menos refrigerantes e café, pois essas bebidas pioram a incontinência. Pessoas com incontinência urinária também podem usar produtos como absorventes, para diminuir o contato da urina diretamente com a pele, evitando assim as irritações chamadas de dermatites. Na incontinência urinária de estresse em mulheres, o tratamento pode incluir fortalecimento para os músculos pélvicos, que pode ser feito com exercícios apropriados, os chamados exercícios de Kegel e estimulação elétrica. A cirurgia é indicada quando os tratamentos citados anteriormente não resolveram a incontinência. Uma das cirurgias utilizadas para tratar a incontinência urinária em mulheres é a cirurgia de Sling. Na cirurgia de Sling, é colocada uma fita que ajuda a uretra (canal por onde sai o xixi) a segurar mais a urina, diminuindo a incontinência. Em homens, a cirurgia para tratamento de incontinência urinária pode ser feita com a colocação de um esfíncter urinário artificial, aparelho que permite abertura ou fechamento de um canal, permitindo que o xixi não vaze. Alguns medicamentos melhoram os sintomas da incontinência urinária e podem ser indicados para pacientes que não querem ou não podem passar por cirurgia. 

Referências: 
Dynamed [Internet]. Urinary incontinence in women. Informação atualizada em: 14 Nov. 2018. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 19 dez. 2018

Dynamed [Internet]. Surgery for urinary incontinence. Informação atualizada em: 27 Jun. 2017. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 15 dez. 2018

Access Medicine [Internet]. Hoffman, B. L. et al. Williams gynecology. 3ed.  New York: McGraw-Hill. 2016. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 19 dez.  2018.

Autor do resumo: 
Jéssica Nara Targino Cavalcante

Revisores do resumo: 
Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Gabriella Neves Cury

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!