quarta-feira, 20 de março de 2019

Qual a causa da psoríase?


A psoríase é uma doença crônica (persistente), cíclica (some e volta) e autoimune (não contagiosa) que se manifesta pela inflamação da pele (vermelhidão).
***
A psoríase é causada pelo sistema imunológico. O sistema imunológico é o responsável por proteger o corpo contra infecções e doenças. O paciente com psoríase possui células T (um tipo de glóbulo branco) que atacam erroneamente as células de sua pele. As células da pele então se multiplicam rapidamente e incham. Portanto, a psoríase é uma doença autoimune, não sendo contagiosa e o paciente não a espalha pelo corpo com a coceira. Até o momento, a psoríase não tem cura, sendo uma doença crônica (persistente) e cíclica (sintomas que desaparecem e reaparecem de tempos em tempos). A psoríase pode ser passada dos pais para os filhos. Porém, a psoríase envolve diversos fatores, sendo que pais com psoríase podem ter filhos sem a doença e pacientes podem apresentar psoríase mesmo sem que seus pais tenham manifestado a doença. Normalmente, a psoríase se manifesta entre os 15 e 35 anos. As manifestações da psoríase podem ser desencadeadas e pioradas por fatores externos, como estresse, sol, obesidade, tabagismo, alcoolismo, infecção e medicamentos. A psoríase se manifesta principalmente por meio da inflamação da pele. Algumas regiões da pele ficam vermelhas com partes escamosas (grossas e prateadas), podendo apresentar dor, inchaço e ficar quente. As principais regiões afetadas são os cotovelos, os joelhos, as pernas, o couro cabeludo, a parte inferior das costas, o rosto, as palmas das mãos e as solas dos pés. Existem diferentes graus de psoríase, sendo que as manchas podem se restringir a pequenas regiões do corpo até ocupar mais de um décimo da pele do paciente. As manifestações de pele do paciente com psoríase são comuns em outras doenças, por isso ela pode ser confundida com outros problemas, como o eczema. O diagnóstico de psoríase é realizado pela aparência das manchas, mas em alguns casos o médico pode solicitar a retirada de um pequeno fragmento da pele afetada do paciente para ser analisada no microscópio. O tipo mais comum de psoríase apresenta placas avermelhadas bem definidas e demarcadas.  Além da pele, alguns pacientes podem ter dor e inchaço nas articulações, como o joelho, sendo, neste caso, chamada de artrite psoriática. A artrite psoriática costuma surgir meses após as manifestações de pele. A psoríase ainda se relaciona a outros problemas de saúde, como a depressão, o infarto,  o acidente vascular cerebral (AVC), linfoma, obesidade, doença renal crônica (problema nos rins), pressão alta e diabetes.

Referências: 
DynaMed [Internet]. Psoriasis. Informação atualizada em: 19 de novembro de 2018. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/ Acesso em: 10 jan. 2019.

Autor do resumo: 
Gustavo José Miranda da Cunha

Revisores do resumo: 
Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Gabriella Neves Cury

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!