sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

O que é febre reumática?


Febre reumática é uma reação inflamatória que pode ocorrer como complicação de uma infecção de garganta causada por bactérias.

***
A febre reumática é uma reação inflamatória anormal que pode ocorrer como complicação de uma infecção de garganta causada por bactérias chamadas Streptococcus pyogenes (também conhecidas como Streptococcus do grupo A). Essa complicação ocorre quando as células de defesa do nosso organismo, que deveriam combater as bactérias, atacam os tecidos do próprio corpo, como o coração, as articulações, a pele e o cérebro. A febre reumática acomete pessoas principalmente entre 5 e 15 anos de idade. Na maioria dos casos, ocorre de 2 a 3 semanas após um quadro de infecção de garganta que não foi tratado adequadamente, podendo apresentar manifestações em diferentes partes do corpo. A manifestação mais comum é a cardite (inflamação do coração), que pode provocar febre, dor no peito, mal estar, aceleração dos batimentos, surgimento de um sopro cardíaco por alteração nas válvulas do coração e até insuficiência cardíaca. Além disso, pode haver artrite (inflamação nas articulações), que se manifesta por febre e dor articular, principalmente nos joelhos, tornozelos, ombros e punhos. Em um parte dos casos, as células de defesa podem atacar o cérebro. Essas situações se manifestam pela coreia, que consiste na execução de movimentos involuntários, falta de coordenação motora, falta de estabilidade para andar, alterações de comportamento, etc. Mais raramente, a febre reumática pode levar a alterações na pele, como o eritema marginado (manchas avermelhadas) e os nódulos subcutâneos (caroços embaixo da pele). O diagnóstico da febre reumática é iniciado pela verificação da história de saúde do paciente, caracterizada pelo surgimento dos sintomas após um quadro de infecção de garganta, e pelo exame físico, em que podem-se observar o sopro cardíaco e as alterações de pele. Para confirmar o diagnóstico, podem ser realizados exames laboratoriais, para verificar se a infecção de garganta foi causada pela bactéria Streptococcus pyogenes; eletrocardiograma e  ecocardiograma, com objetivo de avaliar o funcionamento do coração, que pode ter sido afetado pela doença. A principal complicação da febre reumática é a doença cardíaca reumática, que consiste na lesão das válvulas do coração e prejuízo de sua função, tornando-as estreitas (estenose) ou fracas (insuficiência), o que pode evoluir para insuficiência cardíaca. Para evitar a febre reumática e suas complicações, é fundamental realizar o tratamento das infecções de garganta de maneira adequada, conforme orientação médica quanto a doses e duração do tratamento. Além disso, as pessoas que já tiveram febre reumática têm uma chance maior de apresentar a doença novamente e de desenvolver a doença cardíaca reumática. Por isso, essas pessoas devem realizar a prevenção de infecções por meio do uso de antibiótico indicado pelo médico.

Referências: Dynamed [Internet]. Acute rheumatic fever. Informação atualizada em 31 de maio de 2017. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 6 jun 2017.

Autor do resumo: Lenisa de Mello e Souza
Revisores do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!