sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

O que é doença celíaca?


A doença celíaca é uma condição autoimune que causa inflamação no revestimento do intestino delgado, impedindo que os alimentos sejam devidamente absorvidos.
***
A doença celíaca é uma condição que causa inflamação no revestimento do intestino delgado. A doença celíaca não é uma alergia alimentar ou uma intolerância alimentar. É uma doença autoimune. O revestimento do intestino delgado contém milhões de pequenas estruturas em forma de tubos chamadas vilosidades. Estes ajudam alimentos e nutrientes a serem digeridos de forma mais eficaz no corpo. Mas, em pessoas com doença celíaca, as vilosidades ficam achatadas como resultado da inflamação. Isso significa que alimentos e nutrientes não são tão facilmente digeridos pelo corpo. Qualquer pessoa, em qualquer idade, pode desenvolver doença celíaca. As crianças mais velhas ou adultos que não tiveram problemas anteriormente também podem se tornar sensíveis ao glúten em algum momento de suas vidas e desenvolver a doença celíaca. A doença celíaca geralmente ocorre em famílias, ou seja, se o paciente tem um familiar próximo que tem doença celíaca (irmão, irmã, pai ou mãe), então, a chance de desenvolver esta doença é maior. Também é mais comum em pessoas que têm outras doenças autoimunes, como algumas doenças da tireoide, artrite reumatoide e diabetes tipo 1. A causa da doença celíaca é uma sensibilidade ao glúten. O glúten está em alimentos produzidos com trigo, cevada e centeio, como pão, macarrão e biscoitos. Pessoas com doença celíaca produzem anticorpos contra o glúten. Os anticorpos são proteínas no sistema imunológico que normalmente atacam bactérias, vírus e outros germes. No organismo de pessoas com doença celíaca, o intestino confunde o glúten com algo prejudicial e reage contra ele como se estivesse lutando contra um germe. Estes anticorpos geram uma inflamação que se desenvolve no revestimento do intestino delgado, que impede a absorção adequada dos alimentos. Não absorvendo os nutrientes muito bem, uma variedade de sintomas pode aparecer. Crianças e bebês, com doença celíaca, podem ter o crescimento e o ganho de peso prejudicados. Como o alimento não está sendo absorvido adequadamente, as fezes podem ficar pálidas e volumosas, podendo ainda ocorrer diarreia. A barriga pode ficar inchada. O vômito também pode aparecer. A má absorção de alimentos pode causar deficiências de vitaminas, ferro e outros nutrientes, gerando anemia. Outros sintomas comuns incluem dores abdominais que tendem a ir e vir, excesso de gases, inchaço, cansaço ou fraqueza. Pode ocorrer perda de peso devido à fraca absorção de alimentos.  Além dos sintomas listados, as pessoas com doença celíaca têm um risco aumentado de desenvolver osteoporose, linfoma e outras doenças relacionadas a imunidade (doenças autoimunes), tais como diabetes tipo 1, hipotireoidismo, síndrome de Sjögren e cirrose biliar primária. Mulheres podem ter um bebê com baixo peso ao nascer ou nascer prematuramente se engravidar. Assim, se existe suspeita de doença celíaca, o médico pode solicitar um exame de sangue para detectar um determinado anticorpo que favorece a identificação da doença celíaca. É importante comer uma dieta contendo glúten durante pelo menos seis semanas antes do exame de sangue ser realizado. Se o exame de sangue for positivo, o paciente pode ser encaminhado para um especialista que pode providenciar uma biópsia. Para testes de doença celíaca, é retirado um pequeno fragmento do revestimento interno do intestino delgado, por meio de um exame chamado endoscopia.

Referências:
Dynamed [Internet].Celiac disease. Disponível em: http://psbe.ufrn.br. Acesso em: 25 jul. 2017.

Autor do resumo:
Claudio Vinicius de Assis Rondado

Revisores do resumo:
Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!