terça-feira, 31 de julho de 2018

Como evitar o uso abusivo de álcool por crianças e adolescentes?


Crianças e adolescentes com boa autoestima, um diálogo aberto com os responsáveis e círculos sociais que não consomem álcool têm menor risco para o uso abusivo do álcool.

***
Apesar de bebidas alcoólicas serem proibidas para menores de 18 anos, é comum que adolescentes as experimentem antes da idade permitida. Entretanto, algumas atitudes podem prevenir o uso abusivo do álcool na infância e na adolescência. Isto é importante porque o uso abusivo do álcool na adolescência está associado a maior risco de se desenvolver o vício por bebidas alcoólicas na vida adulta. Programas de prevenção aplicados nas escolas podem prevenir o uso abusivo do álcool. Crianças e adolescentes envolvidos em atividades no seu bairro ou grupo religioso também tendem a consumir menos álcool. Adolescentes com amigos e familiares que não bebem também têm menor risco de uso abusivo de álcool. Muitas vezes o uso abusivo do álcool está relacionado a baixa autoestima do adolescente ou a situações difíceis, como o bullying e problemas familiares. Por isso, estimular um bom ambiente familiar e se atentar para mudanças de comportamento no adolescente podem prevenir o uso abusivo do álcool. Responsáveis com quem a criança ou o adolescente possam conversar sobre o uso de bebidas alcoólicas também previnem o uso abusivo do álcool, pois o adolescente pode conversar sobre o assunto antes que perca o controle do que está fazendo, ou mesmo antes de experimentar uma bebida alcoólica. A maioria das crianças e dos adolescentes terá alguma oportunidade de experimentar bebidas alcoólicas. A autoestima do adolescente, somando-se com tudo que foi ensinado a ele e o ambiente em que ele vive podem ser grandes aliados na prevenção do uso abusivo do álcool.

Referência:

Access Medicine [Internet]. Kaul P. Adolescent substance abuse. In: Hay Jr., W.W. et al. Current diagnosis & treatment: pediatrics. 24ed. New York: McGraw-Hill, 2018. Disponível  em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 20 mai. 2018.

Autor do resumo: Gabriella Neves Cury
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!