segunda-feira, 28 de maio de 2018

Quais os efeitos do uso de maconha durante a gravidez?


A maconha na gravidez aumenta a taxa de fetos nascidos mortos, baixo peso ao nascer, pode causar déficit de atenção e menor sucesso acadêmico.

***
Ouça abaixo o áudio deste resumo.



A maconha (nome popular da planta Cannabis sativa) é a droga ilícita mais usada durante a gestação. A maioria das usuárias de maconha continua o seu uso durante a gestação, acreditando que é totalmente seguro. No entanto, o uso de maconha durante a gestação pode aumentar as chances de o bebê nascer morto ou de nascer com baixo peso, isto é, nascer com menos de 2.500 gramas. Os efeitos que a maconha produz na amamentação, assim como as substâncias que passam para o leite, são desconhecidos. O uso da maconha pelas gestantes pode causar problemas a longo prazo na criança, como déficit de atenção e diminuição do rendimento escolar e acadêmico. Quando a gestante, usa ao mesmo tempo, a maconha e os cigarros comuns corre um risco maior de ter um parto prematuro. A fim de que a gravidez seja segura para a mãe e para o bebê, o uso de maconha deve ser evitado por quem estiver grávida ou com desejo de engravidar.

Referência: DynaMed [Internet]. Adverse effects os cannabinoids. Informação atualizada em fevereiro de 2018. Disponível em http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 28 mar. 2018.

Autor do resumo: Ângelo Alves Favaro
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!