segunda-feira, 28 de maio de 2018

Como remover piolhos do cabelo de bebês, crianças e adolescentes?


Para a remoção de piolhos, usa-se pente fino e substâncias pediculicidas.

***
A infestação por piolhos ocorre em todo o mundo e é mais comum nas crianças. Para a remoção de piolhos, usa-se pente fino e substâncias pediculicidas. Em crianças  que tiverem apenas lêndeas e bebês menores de dois meses se usa apenas a remoção com pente fino. A remoção com pente fino é um processo para a retirada de lêndeas e piolhos. A remoção com pente fino é realizada em uma sequência. Após a lavagem do cabelo com shampoo comum, aplique condicionador e desembarace os fios com um pente comum, passe, então, para o pente fino, penteando o cabelo da raiz até as pontas. A cada penteada, verifique o pente e o limpe para pentear novamente. Trabalhe por mechas até completar todo o cabelo. Enxague, então, o condicionador e repita o procedimento nos cabelos molhados para verificar se alguma lêndea ficou presa ao cabelo. É recomendado realizar a remoção em ambiente bem iluminado. Caso tenha piolhos no couro cabeludo, e a criança tenha mais de dois meses, é usada uma substância específica, chamada de pediculicida. Para cada idade da criança tem um pediculicida específico. Os pediculicidas devem ser aplicados de acordo com as especificações da embalagem. Condicionadores de cabelo não devem ser usados antes da aplicação de pediculicidas. O enxágüe de pediculicidas deve ser realizado sobre uma pia em vez de no chuveiro para que não atinja a pele do corpo. O enxágüe do pediculicida deve ser realizado com água morna. Caso a criança continue com a infestação mesmo após esse tratamento, é possível que pessoas próximas também estejam com piolhos e que precisem de tratamento. Para os casos de infestação por piolhos que não se resolvem com o tratamento para uso no cabelo, um médico pode passar medicamentos orais. Havendo dúvidas, é sempre importante consultar um médico ou um enfermeiro sobre o assunto.

Referência: Up to Date [Internet]. Pediculosis capitis. Informação atualizada em jan. 2018. Disponível em: https://www.uptodate.com. Acesso em: 04 fev. 2018.

Autor do resumo: Gabriella Neves Cury
Revisores do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!