quarta-feira, 11 de abril de 2018

Qual é o tratamento para catarata congênita?



O tratamento da catarata congênita depende da repercussão da doença na visão da criança, podendo incluir desde simples acompanhamento até cirurgia.

***
O tratamento para a catarata congênita depende da repercussão que a doença traz para a visão da criança. Nos casos em que a área da opacidade é pequena e o paciente enxerga bem, considera-se que a catarata não é significante para causar problemas no desenvolvimento de sua visão. Sendo assim, não é realizado nenhum tipo de tratamento, mas recomenda-se que seja feito um acompanhamento oftalmológico regular para avaliação contínua da visão. Quando o paciente apresenta perda na visão, uma área de opacidade considerada como grande, ou ainda estrabismo ou nistagmo, geralmente há indicação de realizar uma cirurgia, removendo o cristalino opacificado e substituindo por uma nova lente. Recomenda-se que a cirurgia, quando indicada, seja feita o quanto antes, geralmente a partir da quarta semana de vida. Após a cirurgia, é necessário realizar acompanhamento oftalmológico regular. Geralmente recomenda-se o uso de colírios para evitar inflamação e, em alguns casos, o médico pode recomendar a terapia de oclusão. A terapia de oclusão consiste em cobrir um dos olhos por algum tempo, a fim de estimular o desenvolvimento correto da visão no outro olho.

Referência: UpToDate [Internet]. Cataract in children. Informação atualizada em 15 de agosto de 2016. Disponível em: www.sibi.usp.br. Acesso em: 26 de abril de 2017.

Autor do resumo: Lenisa de Mello e Souza
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!