segunda-feira, 13 de março de 2017

Qual é o tratamento para glomerulonefrite?


O tratamento para glomerulonefrite depende da causa e pode incluir medicamentos, plasmaférese, diálise e transplante renal.

***
Como a glomerulonefrite é relacionada com diversas doenças, o seu tratamento é variável e dependente da causa. Em alguns casos leves, a glomerulonefrite pode se resolver sozinha, sem necessidade de tratamento. Nos casos em que a glomerulonefrite é relacionada com uma infecção bacteriana, o tratamento consiste no uso de medicamentos antibióticos e no controle dos sintomas. Nas doenças como lúpus eritematoso sistêmico e vasculites, são utilizados medicamentos anti-inflamatórios e imunossupressores, ou seja, medicamentos que controlam a ação do sistema de defesa do nosso organismo. Para a síndrome de Goodpasture, é realizado um procedimento chamado plasmaférese, em que o sangue é filtrado por uma máquina para remover os anticorpos que causam a doença. Os anticorpos são substâncias produzidas pelo organismo para ajudar no sistema de defesa, mas em casos como essa síndrome, eles atuam de maneira prejudicial ao organismo e devem ser removidos. Além do tratamento da doença que levou à glomerulonefrite, também é importante controlar a pressão alta, se ela estiver presente. Esse controle pode ser realizado com medicamentos de diferentes tipos, entre eles, os diuréticos, que aumentam o volume da urina. Para os indivíduos que desenvolveram insuficiência renal, são realizadas também terapias como a hemodiálise e a diálise peritoneal, sendo possível também o transplante de rim. A adoção de hábitos de vida mais saudáveis também é muito importante para esses pacientes, incluindo: reduzir o consumo de sal, de proteínas e de potássio, não fumar, e manter um peso adequado.

Referências: Dynamed [Internet]. Glomerulonephritis. Informação atualizada em 28 de Março de 2014. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. . Acesso em: 29 jan. 2017.

Autor do resumo: Lenisa de Mello e Souza
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!