segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O que causa uma convulsão?


Convulsões são causadas por atividade elétrica desorganizada no cérebro, levando a desmaio e movimentos incontroláveis, com curta duração.

***
Convulsões, também chamadas de crises convulsivas ou epilépticas, são causadas por um rápido aumento da atividade elétrica no cérebro. Normalmente, a atividade elétrica no cérebro envolve neurônios (células do cérebro e dos nervos) em diversas áreas, enviando sinais em momentos diferentes. Durante uma convulsão, muitos neurônios disparam sinais de uma só vez, de forma desorganizada. Esta atividade elétrica anormal pode causar sintomas diferentes dependendo da parte do cérebro envolvida, incluindo sensações incomuns, tremores, contrações musculares incontroláveis, desmaio, ou mesmo apenas ficar parada, olhando para o espaço. Algumas convulsões podem ser causadas por febre, infecção, lesões na cabeça, intoxicação acidental, superdosagem de medicamentos, tumor cerebral ou outro problema de saúde que afeta o cérebro. Uma pessoa que teve duas ou mais convulsões pode ser diagnosticada com epilepsia. Em alguns casos, a causa de uma convulsão nunca é encontrada. Convulsões febris podem ocorrer em crianças menores de 6 anos de idade e geralmente são breves. Raramente, as convulsões febris causam complicações, a menos que a febre esteja relacionada com uma infecção grave, como a meningite. Síncope, ou desmaio, é comum em crianças maiores e adolescentes, mas raramente é um sinal de epilepsia. Convulsões podem ser assustadoras, mas a maioria termina por conta própria, fazendo com que a recuperação seja muito rápida (depois de segundos ou minutos). Além disto, não são fatais e grande parte dos casos não precisa de tratamento especializado.


Referências: Dynamed [Internet]. Seizure in children. Informação atualizada em 30 de dezembro de 2016. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 18 de janeiro de 2017.

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona,  Enfa. Dra. Iara Cristina da Silva Pedro, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!