terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Qual é o tratamento para fimose?


Na maioria das vezes, a fimose não precisa ser tratada. Quando o tratamento é necessário, usa-se uma pomada ou faz-se uma cirurgia.

***
Na maioria dos casos, a fimose se resolve naturalmente com o crescimento e desenvolvimento do pênis. Portanto, se não houver dor, sangramento ou dificuldade para fazer xixi (urinar), é possível não realizar nenhum tratamento. É importante lembrar que não se deve forçar ao puxar a pele (prepúcio) para tentar expor a glande (cabeça do pênis), pois isto pode machucar o pênis e piorar a fimose. Caso a fimose esteja demorando para se resolver, o médico pode indicar o uso de uma pomada ou creme à base de corticoide. Este medicamento estimula o crescimento do prepúcio, facilitando que ele possa ser puxado para o aparecimento da glande. Outra possibilidade de tratamento é a correção cirúrgica da fimose. Ela é indicada quando a fimose causa complicações, como impedir a saída da urina, infecções no pênis ou de urina, que ocorrem repetidamente, ou quando a fimose causa dor e impossibilita a penetração durante a relação sexual. A cirurgia é chamada de circuncisão e se baseia na retirada total ou parcial do prepúcio. A cirurgia não interfere no tamanho ou desenvolvimento normal do pênis.

Referências: ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA. Cirurgia peniana: fimose e hipospádia. Informação atualizada em 19 maio 2006. Disponível em: http://diretrizes.amb.org.br. Acesso em: 27 out. 2016.

Dynamed [Internet]. Phimosis and paraphimosis. Informação atualizada em 28 de outubro de 2016. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em: 30 out. 2016.

Autor do resumo: Lenisa de Mello e Souza
Revisores do resumo: Dr. Fábio P. Volpe, Prof. Dr. Fabio Carmona,  Enfa. Dra. Iara Cristina da Silva Pedro, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!