sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

O que é infecção por citomegalovírus?


A infecção por citomegalovírus causa pouco ou nenhum sintoma em pessoas saudáveis, mas pode ser grave em pessoas com imunidade baixa e mulheres grávidas.

***
O citomegalovírus, condição também conhecida pela sigla CMV, é um vírus bastante comum que infecta quase todas as pessoas. Após a infecção, o vírus permanece no corpo por toda vida, como se estivesse dormindo, e por isso, raramente causa sintomas. A maioria das pessoas não sabe que tem o citomegalovírus. Em pessoas saudáveis, quando o vírus causa sintomas, eles são bem leves e facilmente confundidos com gripe: cansaço, febre, dor de garganta, caroços no pescoço (ínguas) e dores musculares. Entretanto, a infecção por citomegalovírus pode ser grave quando o sistema de defesa está enfraquecido (chamado de sistema imunológico ou imunitário), como por exemplo, em pessoas que fizeram transplante de órgãos ou de medula óssea; ou estão com vírus da AIDS; ou estão gravemente doentes e internadas em UTIs; e em bebês prematuros. Nestas pessoas com o sistema imunitário enfraquecido, os sinais e sintomas da infecção pelo citomegalovírus são: febre, tosse, falta de ar, diarreia, hepatite, mudanças de comportamento, convulsões, inflamação do cérebro (encefalite), coma e perda parcial ou total da visão. Nestes casos, o paciente deve procurar o serviço de saúde sempre que apresentar qualquer um destes sintomas. As mulheres grávidas também devem ter mais atenção porque o vírus pode passar para o bebê por meio da placenta, principalmente durante os primeiros três meses da gravidez, e os recém-nascidos podem apresentar sintomas graves. Por isso, as grávidas devem procurar um serviço de saúde se houver febre, dor de garganta ou dor no corpo. O citomegalovírus também é transmitido de pessoa para pessoa pelos fluidos corporais como sangue, saliva, urina, lágrimas, catarro, sêmen e leite materno. Para reduzir as chances de infecção por citomegalovírus, deve-se evitar contato com estas secreções, principalmente,  se forem de crianças e adolescentes; não dividir alimentos, bebidas e utensílios como talheres, copos, etc; lavar bem as mãos frequentemente; usar camisinha e evitar ter sexo com parceiro possivelmente infectado.

Referências: Dynamed [Internet]. Congenital cytomegalovirus (CMV) infection and CMV in pregnancy. Informação atualizada em 06 novembro 2016. Disponível em: http://psbe.ufrn.br/. Acesso em 03 jan. 2017

UptoDate [Internet]. Patient education: Cytomegalovirus (The basics). sd. Disponível em: www.sibi.usp. Acesso em: 03 jan. 2017.

Autor do resumo: Nivaldo Sena da Silva
Revisores do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona,  Enfa. Dra. Iara Cristina da Silva Pedro, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!