segunda-feira, 1 de agosto de 2016

O que é icterícia neonatal?



Icterícia é a coloração amarela da pele de uma pessoa. A icterícia neonatal é aquela que ocorre em recém-nascidos.

***
Icterícia é a coloração amarela da pele de uma pessoa. A icterícia neonatal é aquela que ocorre em recém-nascidos. Icterícia ocorre quando uma substância química chamada bilirrubina se acumula no sangue do bebê. Durante a gravidez, o fígado da mãe remove a bilirrubina para o bebê mas, após o nascimento, o fígado do bebê deve remover a bilirrubina. Em alguns bebês, o fígado pode não estar suficientemente desenvolvido para eliminar a bilirrubina. Quando muita bilirrubina se acumula no corpo de um recém-nascido, a pele e o branco dos olhos podem ficar amarelados. Esta coloração amarela é chamada de icterícia. Quando um recém-nascido com icterícia grave não é tratado a tempo, ela pode causar uma condição chamada kernicterus. Kernicterus é um tipo de lesão cerebral causado por níveis elevados de bilirrubina no sangue de um bebê. Ela pode causar paralisia cerebral e perda da audição. Kernicterus também causa problemas de visão e nos dentes e, às vezes, pode causar deficiência intelectual. Icterícia normalmente aparece primeiro no rosto e então se espalha em direção ao tórax, barriga, braços e pernas, conforme os níveis de bilirrubina aumentam. Os brancos dos olhos também podem estar amarelados e geralmente é o primeiro lugar onde a icterícia pode ser percebida. A icterícia pode ser mais difícil de se ver em bebês com a pele mais escura. O médico pode testar os níveis de bilirrubina no sangue do bebê. Na maioria dos bebês, a icterícia aparece entre o segundo e o quarto dia de vida, aumenta até o sétimo dia e, em seguida, desaparece por volta do 14º dia de vida. Esta é a chamada icterícia fisiológica, o que quer dizer que não é uma doença. A icterícia também pode ser causada por uma doença. Exemplos de doenças que causam icterícia incluem: anemias hemolíticas (causam destruição dos glóbulos vermelhos), hepatites e outras doenças do fígado ou das vias biliares (o fígado não consegue eliminar a bilirrubina, ou há uma dificuldade na eliminação da bile através da vesícula biliar). Os sinais que indicam que pode haver uma doença são: início de icterícia já no primeiro dia de vida, irritação ou recusa à alimentação, demora para o desaparecimento da icterícia em recém-nascido, fezes claras, quase brancas (parecendo massa de vidraceiro), e urina escura (cor de chá mate, de coca cola, ou de café fraco).

Referência: Dynamed [Internet]. Neonatal hyperbilirubinemia. Atualizada em março de 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 26 de maio 2016.

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!