segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O que é atresia tricúspide?


Atresia tricúspide é uma malformação da válvula do coração que existe entre o átrio e o ventrículo direitos, levando a diminuição de oxigênio na circulação.

***
Atresia tricúspide é uma doença cardíaca congênita, ou seja, que está presente desde o nascimento. O coração normal é dividido em quatro partes, sendo as duas partes de cima chamadas de átrios e as de baixo chamadas de ventrículos. Entre os átrios e os ventrículos existem valvas (ou válvulas). A valva que fica do lado direito do coração se chama valva tricúspide. As valvas separam os átrios e os ventrículos. Elas funcionam como “portas” que abrem apenas em um único sentido, para permitir a passagem de sangue e impedir que o sangue volte no sentido contrário. Quando o coração relaxa, a valva tricúspide se abre para o sangue passar do átrio direito para o ventrículo direito. Quando o coração contrai, a valva se fecha, impedindo que o sangue saia do ventrículo e volte para o átrio, fazendo com que o coração consiga bombear o sangue para a frente. Durante a gravidez, quando o coração do bebê está sendo formado, pode acontecer da valva tricúspide não se desenvolver, parcial ou totalmente. Este problema é o que chamamos de atresia tricúspide. Quando este problema ocorre, o sangue não consegue passar do átrio direito para o ventrículo direito, e ele acaba indo para o átrio do lado esquerdo através de um orifício (furo) chamado fossa oval. Desta forma, o sangue de um lado se mistura com o do outro lado, e isso faz com que tenha menos oxigênio na circulação sanguínea. A causa da atresia tricúspide não é conhecida. Este defeito pode estar associado com outras malformações relacionadas ao coração e estas combinações é que definem a gravidade e os sintomas que o paciente pode manifestar. Os sinais e sintomas mais comuns da atresia tricúspide são: diminuição de oxigênio no sangue, o que leva a uma coloração arroxeada da pele, unhas e mucosas (cianose); respiração rápida; cansaço; suor excessivo (principalmente quando a criança come); dificuldade para se alimentar; falha no crescimento; e alteração nos batimentos cardíacos. Em geral, este problema é detectado logo quando o bebê nasce, através da presença da cianose, ou quando é realizado o teste do coraçãozinho. Quando não detectado precocemente ou não tratado adequadamente, este problema pode levar a risco de morte do paciente.

Referência: Dynamed [Internet]. Tricuspid atresia. Informação atualizada em 25 de janeiro de 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 28 jul. 2016.

Autor do resumo:  Iara Cristina da Silva Pedro
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!