sexta-feira, 15 de julho de 2016

Qual é o tratamento para a puberdade precoce?



A maioria dos pacientes não precisa de tratamento para a puberdade precoce, mas alguns casos podem ser tratados com medicamentos.

***
A maioria dos pacientes não precisa de tratamento para a puberdade precoce, pois quase sempre ela não é uma doença. Contudo, o médico pode indicar algum tratamento se for diagnosticado que o paciente tem puberdade precoce central. Na puberdade precoce central, o objetivo do tratamento é desligar a produção do chamado hormônio luteinizante, que regula a secreção da progesterona na mulher, controlando a ovulação. No homem, o hormônio luteinizante estimula a produção de testosterona, que é o hormônio responsável pelo aparecimento dos caracteres sexuais secundários do homem, bem como pelo desejo sexual. Em alguns casos, a puberdade precoce central pode causar uma deficiência no crescimento, fazendo com que o desenvolvimento da criança pare mais cedo, se tornando um adulto de baixa estatura. O tratamento pode ser realizado com medicamentos a base de hormônios sintéticos, que bloqueiam a produção dos hormônios que causam a puberdade precoce. Os resultados geralmente são percebidos um ano após o início do tratamento. O tratamento irá retardar os efeitos da puberdade precoce nas crianças, além de fazer com que o crescimento desacelere e volte a normalidade esperada para crianças antes da puberdade.

Referência: Dynamed [Internet]. Precocious puberty. Informação atualizada em janeiro de 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 28 jan. 2016

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!