sexta-feira, 29 de julho de 2016

O que é hipotensão postural e como tratá-la?



Hipotensão postural é quando a pessoa sente um mal estar ao mudar rapidamente da posição deitada para a posição sentada ou de pé.

***
Hipotensão postural ocorre quando o paciente sente um mal estar passageiro ao mudar rapidamente da posição deitada para a posição sentada ou ereta (em pé), ou ao permanecer em pé por longos períodos, sobretudo em ambientes abafados. Esse mal estar costuma durar poucos instantes e desaparece em seguida sem deixar quaisquer sintomas. Os pacientes que apresentam hipotensão postural costumam se queixar de sensação de tontura, fraqueza, escurecimento da visão, perda de equilíbrio, “apagão” na cabeça e podem até mesmo desmaiar. Contudo, a maioria dos casos é leve e não provoca muitos sintomas. A hipotensão postural é causada por uma queda da passagem de sangue pela cabeça. Quando o paciente que estava deitado se levanta rapidamente, o sangue que estava na cabeça tende a descer para o tronco e as pernas por causa da gravidade. O organismo de pessoas jovens e saudáveis tem mecanismos para compensar essa redução passageira do sangue. Idosos, diabéticos e pessoas com doenças no coração ou dos vasos sanguíneos, entretanto, podem apresentar pequenas falhas desse mecanismo de equilíbrio e, desse modo, desenvolvem hipotensão postural.  Existem alguns medicamentos (principalmente aqueles que tratam a pressão alta) que interferem nesse processo e, consequentemente, também causam hipotensão postural. Para diagnosticar a hipotensão postural, o médico realizará a medição da pressão arterial no paciente deitado e, em seguida, em pé. Se for observada queda significativa na pressão arterial após esta mudança de posição, há grande possibilidade de tratar-se de hipotensão postural. Se confirmado o diagnóstico, o médico poderá solicitar exames de sangue e de imagem para buscar alguma causa associada ao problema (como doenças no coração, por exemplo). O tratamento para a hipotensão postural inclui, inicialmente, mudanças de hábitos, como: evitar levantar-se bruscamente, evitar permanecer em pé por longos períodos de tempo, evitar ambientes muito quentes, beber bastante água durante o dia, reduzir o consumo de bebidas alcóolicas e aumentar o consumo de sal na alimentação (desde que o indivíduo não tenha pressão alta, ou seja, hipertensão). Apenas estas simples medidas costumam gerar resultados positivos. Se o paciente faz uso de algum medicamento que causa hipotensão, este deve ser substituído. Se for identificada alguma doença que está causando hipotensão, esta deverá ser tratada primeiro.  Caso o paciente continue se queixando dos sintomas da hipotensão postural mesmo após as medidas anteriores, o médico poderá optar por prescrever medicamentos específicos para a hipotensão postural. O tratamento para a hipotensão postural costuma ser eficaz e melhora significativamente a qualidade de vida do paciente.

Referência: Dynamed [Internet]. Orthostatic hypotension and orthostatic syncope. Informação atualizada em 01 de fevereiro de 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 01 jul. 2016.

Autor do resumo: Larissa Oliveira Almeida
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!