quinta-feira, 23 de junho de 2016

Qual o tratamento para a infecção congênita por citomegalovírus?


O tratamento para a infecção congênita por citomegalovírus, nos casos graves, é feito com medicamentos antivirais.

***
O tratamento para a infecção por citomegalovírus está indicado apenas para bebês que apresentam repercussões graves da doença ou alterações importantes nos exames complementares. Para avaliar a necessidade de tratamento com medicamentos para a infecção por citomegalovírus, são realizados exames laboratoriais de sangue, do líquido colhido da coluna (líquor), e exames de imagem, como, por exemplo, ultrassom e ressonância magnética da cabeça. O tratamento com medicamentos deverá ser iniciado apenas se, nos exames de sangue e de imagem, forem detectadas: alteração da audição, alteração nos olhos, alterações nas proporções do corpo do bebê, alterações no sangue, presença do vírus no líquor, ou alteração nos pulmões, nos intestinos ou no fígado. Nesses casos, o tratamento será iniciado nos bebês recém nascidos ou com até 30 dias de vida, utilizando medicamentos que combatem a multiplicação do vírus. Com estes medicamentos, é possível conter a evolução da infecção, bem como limitar a progressão  dos sintomas, de modo que o bebê consiga se desenvolver de modo saudável e sem grandes sequelas. As infecções assintomáticas, isto é, aquelas que não causaram qualquer problema para o bebê, não precisam ser tratadas, mantendo-se, nestes casos, apenas o acompanhamento médico.

Referência: Dynamed [Internet]. Congenital cytomegalovirus (CMV) infection and CMV in pregnancy. Informação atualizada em 30 de junho de 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 7 jun. 2016.

Autor do resumo: Larissa Oliveira Almeida
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!