domingo, 19 de junho de 2016

Qual é o tratamento para a síndrome dos ovários policísticos?


O tratamento da síndrome dos ovários policísticos é feito com medicamentos e associação de dieta e atividade física.

***
O tratamento da síndrome dos ovários policísticos depende dos sintomas que a mulher apresenta e se ela pretende engravidar. Os principais tratamentos existentes são: medicamentos à base de hormônios, como os anticoncepcionais, e cirurgia. Quando não há desejo de engravidar, grande parte das mulheres se beneficia com o tratamento com medicamentos anticoncepcionais. Este tratamento melhora os sintomas de aumento de pelos, aparecimento de espinhas, irregularidade menstrual e cólicas. Não há um medicamento específico para o controle dos sintomas. Existem medicamentos que têm um efeito melhor sobre a acne e a pele oleosa, mas cada mulher pode ter uma resposta diferente. Mulheres que não podem tomar medicamento anticoncepcional se beneficiam de tratamentos à base de um hormônio feminino chamado progesterona. Outro tipo de tratamento é a cirurgia para retirada dos ovários. Esta opção tem sido abandonada em função da eficiência do tratamento com anticoncepcionais. A escolha do melhor tratamento deve ser feita em conjunto, pelo médico e pela paciente. Como esta síndrome está frequentemente associada a doenças como o diabetes, o tratamento pode incluir medicamentos para diabetes, além de dieta e atividade física.

Referência: Dynamed [Internet]. Polycystic ovary syndrome. Informação atualizada em 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 25 maio 2016.

Autor do resumo: Cristina Camargo Dalri
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!