quarta-feira, 22 de junho de 2016

O que é infecção congênita por citomegalovírus?


A infecção congênita por citomegalovírus é uma doença que é transmitida da mãe para o bebê durante a gravidez e que pode causar sintomas ao nascimento.

***
A infecção congênita por citomegalovírus ocorre quando a mulher grávida transmite um vírus chamado citomegalovírus para o bebê durante a gestação. O citomegalovírus é um vírus bastante comum, que está presente em muitos ambientes. Grande parte da população brasileira já foi infectada por este vírus. Ele pode ser transmitido de uma pessoa pra outra de várias formas, como, por exemplo: por secreções respiratórias (tosse, espirro, fala), por objetos contaminados com saliva (xícaras, talheres), por via sexual e por via materna (durante a gestação ou mesmo após o parto). Deste modo, é difícil evitar o contágio por este vírus e muitas das mulheres, quando engravidam, já têm o vírus em seus organismos há algum tempo. É importante ressaltar que, na maioria das pessoas, a infecção por citomegalovírus não causa qualquer sintoma e passa despercebida. Em bebês e pessoas com o sistema imunológico (de defesa) enfraquecido, porém, a infecção por citomegalovírus tem maior chance de causar problemas sérios. Os principais sinais de infecção congênita por citomegalovírus são: bebê de tamanho e peso menores que o esperado para a duração da gestação, cabeça de tamanho menor que o esperado (microcefalia), fígado aumentado, manchas na pele, sonolência e surdez. Quando a mulher é infectada pelo citomegalovírus no final da gestação (nos três últimos meses), a chance de que este vírus seja transmitido para o bebê que está na barriga é maior do que quando a mulher é infectada no começo da gestação (nos três primeiros meses). Isto ocorre porque, no final da gestação, o bebê já está formado e não sofre muitas consequências da infecção, podendo, inclusive, nem apresentar sintomas de doença e nascer saudável. Se a infecção, por outro lado, ocorre no começo da gestação e o citomegalovírus é transmitido ao bebê, que ainda está se formando, ele provavelmente apresentará sintomas mais graves e até mesmo sequelas da infecção.

Referência: Dynamed [Internet]. Congenital cytomegalovirus (CMV) infection and CMV in pregnancy. Informação atualizada em 30 de junho de 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 7 jun. 2016.

Autor do resumo: Larissa Oliveira Almeida
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!