segunda-feira, 27 de junho de 2016

O que é encefalopatia hipóxico-isquêmica neonatal?


Encefalopatia hipóxico-isquêmica neonatal é uma sequela causada pela falta de sangue e oxigênio para o cérebro do bebê, antes ou durante o parto.

***
A encefalopatia hipóxico-isquêmica neonatal é uma sequela, ou seja, uma consequência da falta de sangue e oxigênio para o sistema nervoso (cérebro) do bebê devido a algum problema que ocorreu imediatamente antes ou durante o parto. Esses problemas podem ser: rompimento do útero; descolamento da placenta antes da hora do parto; enrolamento do cordão umbilical no pescoço do bebê; problemas cardíacos da mãe; hemorragia da mãe ou do bebê; ou diminuição grave da pressão arterial da mãe. Os sintomas desta sequela variam de acordo com a gravidade da lesão causada no sistema nervoso. Os bebês podem apresentar: variação do estado de consciência (agitação ou sonolência); convulsões; batimentos do coração acelerados ou diminuídos; dificuldade para respirar; alteração da tensão dos músculos do corpo; e redução dos reflexos do bebê. A longo prazo, o bebê pode ter dificuldade em fazer determinadas coisas, como mamar, falar, andar, ou ir à escola.

Referência: Dynamed [Internet]. Neonatal hypoxic-ischemic encephalopathy (HIE). Informação atualizada em 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 10 de junho de 2016.

Autor do resumo: Iara Cristina da Silva Pedro
Revisor do resumo: Prof. Dr. Fabio Carmona, Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!