segunda-feira, 16 de maio de 2016

Qual é o tratamento para a paralisia cerebral infantil?



Não existe atualmente um tratamento que cure a paralisia cerebral, mas há diversas medidas que melhoram a qualidade de vida da criança.

***
Não existe atualmente um tratamento que cure a paralisia cerebral. Entretanto, há diversas medidas que melhoram a qualidade de vida dessas crianças e que devem ser adotadas tão logo seja feito o diagnóstico de paralisia cerebral, preferencialmente antes dos 2 anos de idade. O primeiro passo do tratamento consiste em traçar um plano de cuidados envolvendo uma equipe multiprofissional de saúde, isto é, uma equipe composta não somente por médicos, mas também por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, entre outros. Os objetivos gerais do tratamento são: melhorar a movimentação da criança, a fim de facilitar seu desempenho nas atividades cotidianas; reduzir complicações, como o encurtamento muscular; reduzir a dor; facilitar a realização de atividades, e melhorar as habilidades de comunicação (linguagem e fala) e alimentação (através de exercícios de deglutição). Além disso, em alguns casos, pode-se fazer uso de medicamentos, como a toxina botulínica, a risperidona, ou benzodiazepínicos, visando melhorar a movimentação dos membros. Outros tratamentos potencialmente úteis são: a estimulação elétrica neuromuscular, que tem por objetivo fortalecer a musculatura, a terapia da vibração, que emprega aparelhos específicos, e a musicoterapia. Todos estes tipos de tratamento devem ser acompanhados por um profissional de saúde.

Referência: Portal Saúde Baseada em Evidências. Dynamed [Internet]. Cerebral palsy (CP). Informação atualizada em 29 dez. 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 23 fev. 2016.

Autor do resumo: Larissa Oliveira Almeida
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!