segunda-feira, 16 de maio de 2016

O que é púrpura trombocitopênica idiopática (PTI)?



A púrpura trombocitopênica idiopática é uma doença do sistema imunológico que pode gerar hemorragias, ou seja, sangramentos.

***
Púrpura trombocitopênica idiopática (PTI), que também é chamada púrpura trombocitopênica imunológica, afeta tanto crianças quanto adultos. Trata-se de uma doença em que o sistema imunológico, aquele que defende nosso corpo contra infecções, começa a atacar as plaquetas como se fossem substâncias estranhas, e as destrói. Isto ocorre através da produção de anticorpos contra as plaquetas. O baço, órgão que ajuda o organismo a combater infecções, reconhece os anticorpos e remove as plaquetas do sangue. Com o número de plaquetas diminuído, o risco de hemorragia (sangramentos) aumenta. Quanto menor o número de plaquetas circulantes, maior o risco de sangramentos graves. O maior risco associado com esta doença é a hemorragia, especialmente hemorragias no cérebro (hemorragia intracraniana), que podem ser fatais. Muitas vezes, o paciente com púrpura trombocitopênica idiopática pode não apresentar sintomas. Quando ocorrem sinais e sintomas, estes podem incluir: hematomas (manchas roxas) que se formam facilmente ou excessivamente; ferimentos que sangram facilmente ou excessivamente; manchas avermelhadas ou arroxeadas do tamanho de pontos, geralmente nas pernas; sangramento espontâneo do nariz, das gengivas, ou dos dentes; sangue na urina ou nas fezes; fluxo menstrual anormalmente intenso; e cansaço. Muitas crianças desenvolvem esta doença após uma infecção viral, tais como caxumba, sarampo, ou gripe, mas muitas vezes a causa da doença é desconhecida. É por isso que é referida como idiopática, o que significa "de causa desconhecida." Caso haja suspeita desta doença, consulte um médico. Sangramentos graves ou generalizados indicam uma situação de emergência e requerem cuidados imediatos.

Referência: Dynamed [Internet]. Immune thrombocytopenia (ITP). Informação atualizada em Ag. 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 13 fev. 2016.

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!