segunda-feira, 9 de maio de 2016

O que é hipopituitarismo?



O hipopituitarismo é a produção inadequada de hormônios pela glândula pituitária, também chamada de hipófise.

***
A hipófise, ou pituitária, é uma glândula do tamanho de uma ervilha, localizada na base do cérebro, sendo formada por vários tipos de células, cuja função é produzir e liberar hormônios que regulam o funcionamento de outras glândulas, regulando, indiretamente, funções diversas, como: crescimento, desenvolvimento neurológico, desenvolvimento sexual, fertilidade, regulação do metabolismo, e manutenção do equilíbrio de água e sais minerais no organismo.  A liberação de hormônios da hipófise é regulada por uma região do cérebro chamada de hipotálamo, e também pelos hormônios produzidos pelas demais glândulas. A produção inadequada de hormônios da hipófise leva ao hipopituitarismo. Os sintomas do hipopituitarismo são variáveis e dependem de qual ou quais tipos de células foram acometidos, da intensidade da deficiência hormonal, do tempo desde o início da doença, e da idade do paciente. Uma história clínica detalhada, associada a exame clínico apropriado e avaliação laboratorial e de imagem direcionadas, conduz ao diagnóstico e, provavelmente, às causas da doença.  Em crianças, o hipopituitarismo pode ser causado por um tumor benigno da hipófise,  por uma infecção, ou então pode ter uma causa não identificável. Os sintomas do hipopituitarismo irão depender de qual hormônio está alterado. A deficiência do hormônio do crescimento pode provocar problemas do crescimento em crianças e alterações da composição corporal, quando adultos. Quando há produção insuficiente de hormônios chamados de gonadotrofinas, na adolescência, podem haver problemas menstruais, atrasos no desenvolvimento sexual, e até mesmo infertilidade em mulheres. A produção insuficiente do hormônio estimulante da tireoide, conhecido por sua sigla, em inglês, TSH, leva a um mal funcionamento da tireoide, com atraso de crescimento, em crianças, e sintomas de hipotireoidismo em crianças e adultos. Outro hormônio que pode ser produzido em quantidade insuficiente é o hormônio adrenocorticotrófico, ou ACTH, que atua sobre a glândula adrenal, estimulando-a a produzir e liberar seus hormônios, principalmente o cortisol. Quando há mal funcionamento da adrenal, dizemos que há insuficiência adrenal.

Referência: [AcessMedicine]. Harrison's principles of internal medicine. 19ed.. Chapter 402: Hypopituitarism. Informação atualizada em 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 08 mar. 2016.

Autor do resumo: Cristina Camargo Dalri
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona

Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!