terça-feira, 5 de abril de 2016

Qual o tratamento para epilepsia?


O tratamento mais utilizado para a epilepsia são medicamentos antiepilépticos. Em casos muito graves pode ser indicada uma cirurgia.

***
No caso da epilepsia, o uso de medicamentos antiepilépticos, também chamados de anticonvulsivantes, é considerado o tratamento principal e normalmente é iniciado após a segunda crise convulsiva, ou após resultados de exames complementares, ou quando existe risco de ter outras convulsões. Os medicamentos antiepilépticos são eficientes em 60 a 70% dos pacientes e são de grande importância para controlar as crises epilépticas. Dietas alimentares com quantidades adequadas de gordura, carboidrato e proteína atuam como um tratamento complementar em crianças com crises convulsivas que não melhoram somente com os medicamentos. A acupuntura pode ser eficaz para reduzir a frequência das crises em pacientes com epilepsia. Após cerca de dois anos de crises convulsivas controladas pode haver a interrupção do tratamento, e a chance de continuar sem crises é de 70%. O tratamento deve sempre ser orientado por um médico neurologista. Em casos muito graves, que não melhoram com o uso dos medicamentos antiepilépticos, pode ser necessária uma cirurgia.

Referência: [Dynamed]. Epilepsy in children. Informação atualizada em jan. 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 27 jan. 2016.

Autor do resumo: Cristina Camargo Dalri
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona


Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!