terça-feira, 5 de abril de 2016

Qual é o tratamento para a gastroenterite?



O tratamento da gastroenterite é feito com soro de reidratação oral e alimentos próprios à idade para prevenir e tratar a desidratação.

***
Como os sintomas mais comuns da gastroenterite são a diarreia e o vômito, que podem levar à desidratação, o tratamento consiste na prevenção da desidratação, na reidratação das crianças que estiverem desidratadas, e na realimentação precoce. As crianças que têm diarreia, mas não estão desidratadas, devem continuar a ingerir alimentos apropriados à sua idade, como faziam antes da doença. Para as crianças que estiverem com desidratação leve, o soro de reidratação oral é o tratamento mais indicado. O diagnóstico de desidratação deve ser feito por um profissional de saúde. Pode-se suspeitar que uma criança está desidratada quando ela estiver com a boca seca, fazendo pouco xixi e de cor amarelo forte, com poucas lágrimas quando chora, ou até mesmo com os olhos fundos, a respiração rápida e cansada, e estiver muito molinha. Ao suspeitar de desidratação, deve-se buscar imediatamente auxílio médico. Se a desidratação for leve ou moderada, o paciente pode receber cuidado em casa.  Devem ser evitados sucos, águas aromatizadas e bebidas esportivas, pois não têm as concentrações recomendadas de açúcares e sais minerais necessários para a reidratação. Para as crianças que têm vômitos, deve ser oferecido soro de reidratação oral em pequenas quantidades (menos de 5 mL, ou seja, cerca de uma colher de chá) a cada 1 ou 2 minutos para não provocar mais vômitos. Se a desidratação for grave, o paciente deve ser hospitalizado. A quantidade total do soro de reidratação oral que deve ser oferecida à criança depende do grau de desidratação e do peso da criança. Esta quantidade deverá ser calculada pelo médico. O tratamento com medicamentos não é recomendado, pois eles têm pouca ação sobre o volume da diarreia e, além disso, podem causar efeitos colaterais. Apenas alguns tipos de infecção podem necessitar da administração de medicamentos e isso vai depender do tipo de bactéria, vírus ou parasita que está causando a doença, além do tempo de duração dos sintomas e da idade da criança. Isto será decidido pelo médico.

Referência: [Acess Medicine]. CURRENT Diagnosis & Treatment: Family Medicine. 2015. Chapter 5: Common acute infections in children. Informação atualizada em 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 29 jan. 2016.

Autor do resumo: Enfa. Dra. Iara Cristina da Silva Pedro
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona


Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!