terça-feira, 5 de abril de 2016

Para que serve o teste da orelhinha?



O teste da orelhinha verifica se o recém-nascido ouve bem, para que, se necessário, providências sejam tomadas.

***
Todos os recém-nascidos devem fazer o teste da orelhinha antes de completarem um mês de idade. O teste da orelhinha serve para detectar deficiência auditiva (surdez) em pacientes recém-nascidos. Quando este teste não é realizado, a deficiência auditiva só é percebida quando há sinais clínicos de perda de audição, ou seja, quando pais e médicos notam que o paciente não começa a falar na idade esperada. A importância do teste da orelhinha foi confirmada na Inglaterra, na década de 90, quando demonstrou-se que bebês que passavam pelo teste da orelhinha, em comparação com aqueles sem o teste, tinham sua perda auditiva detectada mais cedo e recebiam tratamento mais rápido. Quando o diagnóstico da perda auditiva é feito no recém-nascido, providências podem ser tomadas pelos profissionais de saúde a fim de melhorar o desenvolvimento da fala e da linguagem na criança. Bebês prematuros e aqueles internados em unidades de terapia intensiva têm um maior risco para perda auditiva. Por isso, é recomendada pelo menos uma reavaliação audiológica para esses pacientes entre 24 e 30 meses de idade. Essa reavaliação deve ser feita mesmo que o paciente tenha passado por um teste anterior.  Deve ser feito acompanhamento dos pacientes que apresentem perda auditiva significativa até os seis meses de idade, a fim de atender as necessidades do paciente e da família.

Referência: UpToDate [Internet]. Screening the newborn for hearing loss. Informação atualizada em jan. 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/periodicos. Acesso em: 25 mar. 2016.

Autor do resumo: Claudio Vinicius de Assis Rondado
Revisor do resumo: Profa. Dra. Maria Cristiane Barbosa Galvão, Prof. Dr. Fabio Carmona


Você achou esta informação útil? Clique AQUI para dar a sua opinião!